STOP CAR VEÍCULOS TABIRA - PE

STOP CAR VEÍCULOS TABIRA - PE

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

CADÁVER LOCALIZADO EM BUÍQUE - PE / MORTE A ESCLARECER






                                                              (ÁREA DO 3º BPM)


 A Patrulha Rural da 3ª CPM foi solicitada pelo agente de plantão da DP local para realizar deslocamento ao Sítio Gravatá, zona rural do Município de Buíque, mais precisamente na fazenda do Sr. “Zé Ivanildo”. Segundo o Sr. Adalberto Bispo dos santos, 60 anos, foi ele quem localizou o corpo da vítima, Felipe Dantas da Silva Lima, 27 anos morador da Rua 04, nº 03, Lot. Brasília, centro, Buíque - PE . Ao chegar ao local, o policiamento constatou a veracidade do fato; a vítima aparentava estar em óbito há cerca de 2 (dois) dias, a princípio não foi percebido nenhum sinal de violência, ainda segundo a testemunha ela estava desaparecida há 09 (nove) dias e era dependente de bebida alcoólica. A ocorrência foi encaminhada à DP local para as medidas legais cabíveis.


T

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Local de prova do Enem será divulgado nesta sexta; veja como recuperar senha para acessar o site

Dados vão estar no Cartão de Confirmação da Inscrição. Prova será em dois domingos, em 5 e 12 de novembro.

 

 Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que vai divulgar nesta sexta-feira (20), a partir das 10h, o local de prova para os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O endereço vai estar no "Cartão de Confirmação da Inscrição" na página https://enem.inep.gov.br/participante/. Para acessar o Cartão basta fornecer o número do CFP e a senha cadastrada na inscrição.

O documento informa o número de inscrição; a data, hora e local das provas; a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos e/ou especializados, caso tenham sido solicitados.
Não é obrigatório levar o Cartão de Confirmação no dia das provas, mas o Inep sugere que todos levem o documento para facilitar o acesso às informações de sua inscrição.

Senhas esquecidas

Participantes que esqueceram a senha cadastrada na inscrição deverão recuperá-la para conseguir acessar o Cartão de Confirmação. O Inep preparou um passo a passo na Página do Participante com orientações para três situações específicas.
A recuperação simples é para aqueles participantes que esqueceram a senha, mas lembram o e-mail cadastrado, para onde uma nova senha será enviada. Já o participante que não se lembra da senha, nem do e-mail, mas se lembra do telefone cadastrado, poderá receber a nova senha por SMS. Aquele participante que não se lembra da senha, do e-mail e do celular deverá cadastrar novos dados de contato.

PASSO A PASSO - Recuperação Simples

  1. Acesse a Página do Participante do Enem 2017.
  2. Forneça seu CPF, responda ao desafio das figuras e clique no link “Esqueci minha senha”. Uma nova tela mostrará seu CPF e alguns caracteres do e-mail cadastrado na inscrição para sua conferência. Responda novamente ao desafio das figuras e clique em “Enviar nova senha por e-mail”. Uma nova senha será enviada para o e-mail cadastrado.

PASSO A PASSO - Recuperação E-mail Esquecido

  1. Acesse a Página do Participante do Enem 2017.
  2. Forneça seu CPF, responda ao desafio das figuras e clique no link “Esqueci minha senha”.
  3. Uma nova tela mostrará seu CPF e alguns caracteres do e-mail cadastrado na inscrição para sua conferência.
  4. Se você não se lembra ou não tem acesso ao e-mail revelado, responda novamente ao desafio das figuras e clique no link “Não tenho acesso a este e-mail”.
  5. Uma nova tela mostrará seu CPF e alguns caracteres do celular cadastrado na inscrição para sua conferência.
  6. Responda novamente ao desafio das figuras e clique em “Enviar nova senha por SMS”. Uma nova senha será enviada para o telefone cadastrado.

PASSO A PASSO - Recuperação E-mail e Celular Esquecidos

  1. Acesse a Página do Participante do Enem 2017.
  2. Forneça seu CPF, responda ao desafio das figuras e clique no link “Esqueci minha senha”.
  3. Uma nova tela mostrará seu CPF e alguns caracteres do e-mail cadastrado na inscrição para sua conferência.
  4. Se você não se lembra ou não tem acesso ao e-mail revelado, responda novamente ao desafio das figuras e clique no link “Não tenho acesso a este e-mail”.
  5. Uma nova tela mostrará seu CPF e alguns caracteres do celular cadastrado na inscrição para sua conferência.
  6. Se você também não se lembra ou não tem acesso ao telefone revelado, responda novamente ao desafio das figuras e clique no link “Não tenho acesso a este telefone celular”.
  7. Por não se lembrar nem da senha, nem do e-mail, nem do celular, você precisará alterar seus dados de contato para envio de uma nova senha. Em uma nova tela, preencha os campos solicitados, responda ao desafio das figuras e clique em “Salvar novos dados de contato e enviar nova senha”.
  8. Uma mensagem de “Dados confirmados com sucesso” será exibida na tela. Uma notificação será enviada para o e-mail cadastrado na inscrição informando detalhes da alteração. Uma senha temporária será enviada para o e-mail recentemente cadastrado.

FONTE G 1

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Temer pediu por Aécio em conversa com Eunicio e costurou apoio do PMDB

    

A operação que salvou Aécio Neves no Senado nesta terça-feira (17) foi coordenada pessoalmente pelo presidente Michel Temer.

Desde a semana passada, Temer havia entrado em campo para garantir que Aécio não fosse afastado do mandato.

A interlocução de Temer foi com os comandos dos PMDB e do PSDB, além de pedir ajuda ao presidente do Senado, Eunicio Oliveira (PMDB-CE).

Segundo o blog apurou, Temer pediu por Aécio Neves a Eunicio durante conversa na noite desta segunda-feira.

Como o blog revelou, Temer procurou o presidente do Senado na véspera da votação.

Eunicio, oficialmente, negou à reportagem que Aécio tenha sido assunto da conversa.
Mas fontes relataram ao blog que o caso do senador tucano foi um dos temas da conversa.

A interlocutores, Eunicio disse que não contassem com ele para fazer "manobras".

E afirmou que a votação ocorreria se houvesse quórum – o que aconteceu.

Também na noite de desta segunda-feira (16), passou pela casa de Eunicio o senador Antonio Anastasia – tucano e principal aliado de Aécio no Senado.

O principal motivo do empenho do presidente: os votos do PSDB na Câmara para barrar a denúncia contra ele.

Para articular apoio a Aécio, com quem Temer mantém conversas por telefone desde que o STF havia decidido pelo recolhimento noturno do tucano, o presidente mandou chamar na sexta-feira passada o líder do PMDB no Senado, Raimundo Lira.
 Lira foi ao Palácio do Jaburu, fora da agenda oficial. Ele negou ao blog na semana passada que tenha tratado do caso Aécio.

Interlocutores do presidente, no entanto, relataram que Temer contava com o PMDB para garantir votos a Aecio no plenário, além de blindagem no Conselho de Ética. O conselho é comandado pelo PMDB.

Na sessão desta terça, Lira encaminhou o voto da bancada do PMDB a favor de Aécio.

No PMDB, Temer contou principalmente com o líder do governo no Senado, Romero Jucá.

Ele foi escalado para costurar o apoio do PMDB e do PSDB a Aécio nesta terça-feira.

(FURTO A ESTABELECIMENTO COMERCIAL) (ÁREA DO 3º BPM)


                                                               ARCOVERDE  -  PE


 Por volta das 15h50min., a GT 23111 foi solicitada pela central do 3º BPM, para averiguar uma ocorrência de furto no Paraíso das Festas  Praça do São Cristovão, Arcoverde/PE . A GT
Vítima : Paulo Ricardo Siqueira Macário, 42 anos, Comerciante
Endereço : Rua Leonardo Arcoverde, nº 453, São Cristovão, Arcoverde/PE, ao chegar até o local constatou a veracidade dos fatos, onde as menores foram 01 : M. C. de M. O. S., 14 anos , 02 : H. F. da S., 15 anos , pegas com quatro caixa de chiclete. A GT se deslocou até a residência da menor 01, para buscar a genitora da mesma. A Genitora da envolvida 02 não foi localizada. As envolvidas juntamente com a mãe da menor 01 foram encaminhadas a DP local para serem tomadas as medidas cabíveis.




terça-feira, 17 de outubro de 2017

Moraes determina votação aberta na análise do afastamento de Aécio do Senado

 

 

 

Ministro do STF acolheu pedido de liminar apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Plenário do Senado deve analisar nesta terça (17) situação de Aécio no parlamento.

 

 ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a votação prevista para esta terça-feira (17) para analisar a eventual revogação do afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do mandato parlamentar ocorra por meio de voto aberto. O magistrado concedeu uma liminar (decisão provisória) acolhendo um mandado de segurança apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Nesta terça, os senadores deverão apreciar no plenário se dão aval à decisão da Primeira Turma do STF que impôs, em 26 de setembro, o afastamento do mandato e o recolhimento domiciliar noturno do parlamentar tucano.
"Diante de todo o exposto, presentes os requisitos essenciais do fumus boni iuris e periculum in mora, decreto a NÃO RECEPÇÃO do artigo 291, I, “c”, da Resolução do Senado Federal 93, de 1970, e, LIMINARMENTE, determino ao Presidente do Senado Federal a integral aplicação do § 2º, do artigo 53 da Constituição da República Federativa do Brasil, com a realização de votação aberta, ostensiva e nominal em relação as medidas cautelares aplicadas pela 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal ao Senador da República Aécio Neves. Publique-se. Proceda-se imediatamente à intimação pessoal do Exmo. Sr. Presidente do Senado Federal. Na sequência, intimem-se as partes e a Procuradoria-Geral da República, para manifestação", escreveu Alexandre de Moraes em trecho do despacho.
Aécio é acusado de corrupção e obstrução à Justiça por pedir e receber R$ 2 milhões da JBS, além de ter atuado no Senado e junto ao Executivo para embaraçar as investigações da Lava Jato. Aécio nega as acusações e se diz "vítima de armação".

A votação

A votação das medidas cautelares impostas pela Primeira Turma do Supremo ao parlamentar mineiro está prevista para iniciar à tarde, mas deve se estender até o período da noite.
Segundo a Secretaria-Geral do Senado, se a decisão da Primeira Turma do STF que impôs medidas cautelares a Aécio for derrubada, o senador do PSDB poderá retornar imediatamente às atividades parlamentares. Para que as restrições sejam derrubadas, é preciso que a maioria absoluta do plenário, com quórum de, pelo menos, 41 senadores, vote contra a decisão da turma da Suprema Corte.
No entanto, se a decisão for mantida, além de ser afastado do mandato e ter de se recolher à noite, Aécio Neves ficará proibido de manter contato com outros investigados no mesmo caso e deverá entregar o passaporte.

ARCOVERDE - PE B-09(PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO) APFD





 Por volta das 02h00 a equipe da ROCAM foi acionada pela Central de operações para verificar alguns indivíduos em atitude suspeita de fronte ao bar `` A ladeira ´´Av. José Bonifácio, Centro, neste. . No local, a equipe se deparou com o imputado que se identificou com o nome de Carlos Antônio Atlanta, 31 anos, servente. : Rua Gonçalves Maia, 569, São Cristovão, neste, Mas no sistema da PC, constou como inexistente. O mesmo ao visualizar o policiamento tentou se evadir e se desfazer da arma, um revólver cal. 38, Taurus, nº 488554, o qual foi encontrado próximo a um veiculo ali estacionado. O imputado a todo momento não sabia explicar o nome dele, nem seus parentes, mudando os nomes a todo instante. Com ele ainda foi apreendida uma moto Yamaha, modelo YS 150, cor preta, placa PCV 0515. O imputado foi conduzido junto com os materiais apreendidos à DP de Arcoverde, para medidas cabíveis.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

SERTANIA - PE AMEAÇA POR VIOLÊNCIA DOMESTICA



 Por volta das 09h00min a GT foi informada que o imputado Airton João de Sousa Santos, 40 anos, Solteiro, Agente de Saúde.Endereço : Avenida Presidente Vargas, nº 466, Centro- Sertânia - PE.
 tinha ameaçado de morte a vítima Solange Sousa de Lima, 41 anos, casada, do lar.
 Avenida Presidente Vargas, nº 466, Centro- Sertânia - PE. De imediato, o policiamento foi até a Avenida Presidente Vargas, nº 466 e conduziu as partes para delegacia local. Na delegacia, a vítima desistiu de representar criminalmente contra o acusado.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Bandeira deve ficar vermelha em outubro e taxa extra na conta de luz subir a R$ 3,50

Segundo fonte ouvida pelo G1, Aneel anuncia nesta sexta que cor da bandeira tarifária passará de amarela para vermelha patamar 2, o mais alto. Mudança se deve a estiagem que atinge hidrelétricas.

 

A estiagem e a necessidade de uso mais intenso das termelétricas vai pressionar as tarifas de energia a partir de outubro. O G1 apurou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anuncia nesta sexta-feira (29) que a bandeira tarifária vai passar para vermelha patamar 2, o mais caro previsto, e a taxa extra cobrada nas contas de luz vai subir em outubro para R$ 3,50 para cada 100 kWh consumidos.
Seria a primeira vez desde 2015, quando o sistema de bandeiras foi criado, que a taxa extra de R$ 3,50 seria cobrada. No mês de setembro, vigorou a bandeira amarela, que aplica uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh de energia consumidos.
Valores das bandeiras tarifárias aprovados pela Aneel para 2017 (Foto: Arte/G1) Valores das bandeiras tarifárias aprovados pela Aneel para 2017 (Foto: Arte/G1)
 Valores das bandeiras tarifárias aprovados pela Aneel para 2017 (Foto: Arte/G1)
A Aneel marcou uma entrevista coletiva para a tarde desta sexta, quando a mudança na bandeira tarifária será oficializada. O G1 apurou que a agência vai aproveitar para pedir que os consumidores adotem medidas para reduzir o consumo de energia nesse momento.
O sistema de bandeiras tarifárias começou a vigorar em janeiro de 2015 e foi criado para sinalizar aos consumidores o custo da produção de energia no país. O objetivo é permitir que os consumidores adotem medidas de economia para evitar que suas contas de luz fiquem mais caras nos momentos em que esse custo está em alta.
Semelhante a um semáforo, a cor verde indica que o custo é baixo. A amarela, que ele subiu um pouco. A vermelha, patamar 1, que está alto. E a vermelha, patamar 2, que está muito alto.

Influência das termelétricas

O custo de geração de energia no país fica mais alto conforme aumenta o uso de usinas termelétricas. Isso acontece porque as termelétricas usam combustível (óleo, gás, carvão, biomassa) para gerar eletricidade que, por isso, é mais cara que a produzida pelas hidrelétricas.
Neste ano, o país enfrente novamente uma forte estiagem, que reduziu o volume de água armazenado nos reservatórios das principais hidrelétricas do país. Devido à necessidade de poupar essa água, o governo aciona mais termelétricas para atender à demanda dos consumidores brasileiros. 
 
FONTE G1

TUPANATINGA-PE (ADULTERAÇÃO DE SINAL IDENTIFICADOR DE VEÍCULO)


 Quando os policias da GT de Tupanatinga faziam patrulhamento na cidade no Largo do Comércio, em frente ao nº 19 – Centro. , suspeitaram da posse lícita de uma motocicleta HONDA 150cc Titan, de cor vermelha, qual não portava placa de licença. Após inspeção do veículo, foi observado também que a moto tem o número de chassi, assim como o número do motor raspados. Antes de embarcar a moto recolhida, os policiais ainda aguardaram por alguns min. que o condutor se apresentasse e esclarecesse a posse daquela moto. Assim, o veículo foi recolhido à delegacia PCPE local, onde ficou aguardando ser reclamada pelo posseiro e ou decisão posterior da autoridade policial.


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

"NOVELA" Em “A Força do Querer”, Bibi se vinga e humilha Rubinho: “Zé ninguém!”

Bibi revelará a verdade sobre seu passado
Na reta final da trama de “A Força do Querer“, Bibi (Juliana Paes) mostrará o seu lado “perigosa” ao marido. A autora Gloria Perez promete mostrar a “queda do cavalo” da ex-estudante de direito. Isso porque Bibi descobrirá a verdadeira índole de Rubinho (Emílio Dantas). Revoltada pelo abandono e descaso do marido, Bibi se vingará e humilhará o traficante.
De acordo a “Minha Novela”, quando Bibi constatar (ou seria admitir) que realmente o marido a traí com Carine (Carla Diaz), ela surtará. Depois que o marido for preso mais uma vez, Bibi será humilhada por Carine que ficará com carro da Perigosa e o dinheiro do bandido. A novinha ficará “responsável” por repassar o valor de pensão de Dedé (João Bravo). Mas, a amante fará questão de mostrar que está com o poder e dificultará a vida da mãe do garoto. Bibi então, irá até o presídio visitar o marido para tirar satisfações. A mãe de Dedé ainda tentará um acordo com o criminoso, para que seja Sabiá (Jonathan Azevedo) que entregue o dinheiro da pensão. Mas, Rubinho ficará irredutível. O cinismo dele será a faísca para explodir uma bomba dentro da Perigosa.

Impulsiva, ela dará o troco a Rubinho revelando a verdade sobre o seu passado com Caio (Rodrigo Lombardi). “Ó, se aquela Carine foi a primeira, eu te trai bem antes, viu? Bem antes de me botar o chifre, você levou o seu. Encontrei o homem que foi meu noivo, ele me queria de volta e eu teria ficado com ele de vez se já não tivesse feio a merda de queimar aquele restaurante. Só por isso eu continuei contigo.”, praticamente cuspirá as palavras na cara de Rubinho chutando o ego dele.
Em “A Força do Querer”: Bibi tá perigosa mesmo!
“Só por isso eu mergulhei de cabeça junto contigo: porque não vi mais saída pra mim! Só por isso. E sabe quem é ele? O caio. O teu advogado! Tá pensando que ele foi advogar por nada, para um zé ninguém como você? Tá pensando que foi pelos belos olhos da Heleninha (Totia Meirelles)? Foi por mim! Por mim, que fui no escritório dele pedir pra ele te defender! Por mim! E todo mundo sabe que era ele o meu noivo! Todo mundo! Menos você”, dirá Bibi evidenciando o chifre de Rubinho. Ha ha por essa o “gostosão” não esperava hein?

 FONTE TV  FOCO

GOVERNO TEMMER PIOR QUE GOVERNO DE DILMA DIZ IBOPE.


Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (28) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB):
  • Ótimo/bom: 3%
  • Regular: 16%
  • Ruim/péssimo: 77%
  • Não sabe/não respondeu: 3%
Com o percentual de 77% de reprovação, o governo do presidente Michel Temer atingiu o maior patamar de avaliação “ruim/péssimo” de toda a série histórica da pesquisa CNI/Ibope, iniciada em março de 1986.
Antes desse resultado, o pior nível havia ficado em 70% nas avaliações de julho deste ano (governo Temer) e de dezembro de 2015 (governo Dilma Rousseff).
O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 15 e 20 de setembro e ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios.
O nível de confiança da pesquisa divulgada nesta quarta, segundo a CNI, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A Confederação Nacional da Indústria esclareceu que a soma dos percentuais de avaliação de governo totaliza 99% porque as casas decimais do resultado são arredondadas.
Esta é a terceira pesquisa Ibope encomendada pela CNI divulgada neste ano. No último levantamento, de julho, Temer aparecia com aprovação de 5% dos entrevistados, enquanto 70% consideravam o governo "ruim/péssimo" e 21%, "regular". À época, 3% não souberam opinar ou não responderam.
Desde que Temer se tornou presidente efetivo, após o impeachment de Dilma Rousseff ser aprovado pelo Congresso Nacional, esta é a quinta pesquisa Ibope encomendada pela CNI.
Os levantamentos anteriores foram divulgados em julho e em março deste ano, em dezembro e em outubro de 2016; houve uma em julho do ano passado, mas Temer ainda era presidente em exercício.

Maneira de governar

A pesquisa também avaliou a opinião dos entrevistados sobre a maneira de governar do presidente da República: 

  • aprovam: 7%
  • desaprovam: 89%
  • não souberam ou não responderam: 4%
No levantamento divulgado em julho, 11% aprovavam; 83% desaprovavam; e 5% não souberam ou não responderam.

Confiança

Outro ponto questionado pelo Ibope foi sobre a confiança dos entrevistados em relação ao presidente.
De acordo com a pesquisa divulgada nesta quinta, 6% dos entrevistados disseram confiar em Temer, enquanto 92% afirmaram não confiar; 2% não souberam ou não responderam.
Na pesquisa feita em julho, 10% disseram confiar em Temer, 87% afirmaram não confiar; 3% não souberam ou não responderam.

Comparação com governo Dilma

A pesquisa Ibope também pediu aos entrevistados que comparassem as gestões de Temer e da antecessora, Dilma Rousseff, na Presidência da República.
Segundo o levantamento, 8% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor; 31%, igual; 59%, pior; e 2% não souberam ou não responderam.
Sobre as perspectivas em relação ao "restante do governo", 6% responderam "ótimo/bom"; 17%, "regular"; 72%, "ruim/péssimo"; e 5% não souberam ou não responderam.

Áreas de atuação

A pesquisa também ouviu os entrevistados sobre a percepção a respeito da atuação do governo em áreas específicas.
O governo Temer foi mais bem avaliado na área educação, na qual obteve 17% de aprovação. Depois, aparecem o combate à inflação e o meio ambiente, com aprovação de 15% dos entrevistados.
As áreas mais mal avaliadas foram as de impostos, com 90% de desaprovação, taxa de juros, que teve desaprovação de 87%, e saúde, com índice de 86% de desaprovação.

Notícias mais lembradas

O Ibope questionou ainda os entrevistados sobre a percepção em relação ao noticiário sobre o governo Temer.
Para 9%, as notícias nos últimos meses foram "mais favoráveis"; para 12%, "nem favoráveis, nem desfavoráveis"; para 68%, "mais desfavoráveis"; e 11% não souberam ou não responderam.

  • 23%: “Corrupção no governo (sem especificar)”
  • 11%: “Operação Lava Jato”
  • 7%: “PF apreende, em Salvador, malas e caixas com R$ 51 milhões que seriam de Geddel Vieira Lima”
  • 5%: “Liberação para exploração da Amazônia/Desmatamento da Amazônia/Governo vende recursos naturais do Brasil”
  • 4%: “Procurador-geral da República deve anular delação premiada dos irmãos Wesley e Joesley Batista por ocultação de provas”

 FONTE G1

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Caminhar e correr com o melhor amigo: prazer e bem estar

Quem tem cachorro em casa caminha quase o dobro que o restante da população

Correio Braziliense
Publicação: 22/09/2017 07:41 Atualização: 22/09/2017 07:45


Foto: Reprodução
Cachorros são mesmo tudo de bom. Além da companhia fiel, eles ajudam as pessoas sedentárias a se movimentar. Diversos estudos mostram que sair para passear com o animal é a única atividade física de muita gente, principalmente de idosos. Uma pesquisa da Universidade de Victoria, no Canadá, constatou que tutores de cães andam, em média, 300 minutos a mais por semana do que quem não tem cachorro em casa, cujo tempo semanal de caminhada é de apenas 168 minutos.

Os passeios com o tutor são momentos de cumplicidade entre os dois, muito apreciados pelo animal. Mas, para garantir a saúde do melhor amigo, é bom observar cuidados e limitações. E, não se esqueça do checkup do cãozinho, para garantir passeios sempre seguros e saudáveis:

  • Durante os exercícios, ofereça água ao cachorro, mas é importante que a quantidade durante a prática não seja alta, apenas o suficiente para hidratá-lo. Caso contrário, o cão pode sofrer desconforto no sistema digestivo;
  • O cachorro nunca pode se exercitar após a alimentação, pois pode ocorrer uma torção gástrica. Espere de uma a duas horas para praticar a atividade;
  • Cães de patas curtas, como o popular salsichinha, não precisam de andar tanto quanto os maiores;
  • Não faça jogging nem corrida com cães filhotes, que ainda estão em crescimento. Isso pode favorecer problemas de ligamento, artrite e displasia no quadril. Cães adultos de ossatura larga podem sofrer os mesmos problemas, quando forçados a correr;
  • Se seu cão é daqueles que corre à sua frente, coloque ao seu lado. Não se esqueça que puxá-lo pela coleira constantemente pode provocar danos na garganta;
  • Nos exercícios aquáticos, cuidado para que ele não engula muita água! O animal pode até morrer pelo excesso. Se ele demonstrar medo, não o force para a água. E não deixe de secar bem as orelhinhas depois da brincadeira;
  • Não passeie com o cão quando estiver muito quente, pois a alta temperatura pode prejudicar a respiração, além de machucar os cochins (almofadinhas das patas);
  • Para quem gosta de vestir os animais: roupas de plástico não são apropriadas durante os exercícios, pois podem aumentar a temperatura corporal e deixar a locomoção desconfortável.

Fontes: The ASPCA Virtual Pet Behaviorist/Médico veterinário Marcello Machado, gerente técnico nacional da Total Alimentos

Em carta, Palocci pede desfiliação do PT: 'Somos um partido ou uma seita guiada por uma pretensa divindade?'


                        Palocci envia carta ao PT com duras críticas e pedido de desfiliação
  
O ex-ministro Antônio Palocci enviou nesta terça-feira (26), uma carta ao Partido dos Trabalhadores (PT), em que pede a desfiliação da legenda. No documento de quatro páginas, ele descreve os motivos pelos quais resolveu deixar o partido que ajudou a fundar. A carta é endereçada à presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann. (Leia no fim do texto a íntegra da carta)
Na carta, Palocci diz que:
  • Defende um acordo de leniência na Lava Jato para o PT
  • As declarações dadas no depoimento a Moro “são fatos absolutamente verdadeiros”, situações que presenciou, acompanhou ou coordenou, “normalmente junto ou a pedido do ex-presidente Lula”
  • Diz ter certeza que Lula irá confirmar tudo, “como chegou a fazer no ‘mensalão’” em entrevista na França
  • Houve uma evolução e acúmulo de corrupções nos governos a partir do segundo mandato de Lula
  • Foi um choque ter visto “Lula sucumbir ao pior da política no melhor dos momentos de seu governo”
  • Que foi um erro eleger e reeleger um mau governo, que destruiu “cada conquista social e cada um dos avanços econômicos tão custosamente alcançados”
  • Que Lula encomendou sondas e propinas em uma reunião com Dilma e José Sérgio Gabrielli no Palácio da Alvorada, “na cena mais chocante que presenciei do desmonte moral da mais expressiva liderança popular que o país construiu em toda nossa história"
  • Que passou a ser alvo de “um tribunal inquisitorial dentro do próprio PT” ao falar a verdade
  • Questiona “até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do ‘homem mais honesto do país’”
  • Questiona se “somos partido político sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa divindade?”
  • Que mesmo nos melhores anos do governo Lula “já se via a peçonha da corrupção se criando para depois tomar conta do cenário todo”
Palocci respondia a um processo aberto pelo diretório municipal de Ribeirão Preto, em São Paulo, em que era acusado de trair a fidelidade partidária. Ex-ministro dos governos Lula e Dilma, ele foi alvo de uma comissão de ética pelas declarações feitas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro, no dia 6 de setembro.
Na ocasião, ele disse que Lula mantinha um “pacto de sangue” com o empresário Emílio Odebrecht, o que incluía um pacote de R$ 300 milhões em propinas para o PT, além de agrados ao ex-presidente.Na carta, Palocci faz uma série de críticas ao PT e ao ex-presidente Lula. O ex-ministro diz que estranhou o processo aberto contra ele, não pela condenação que já recebeu na Lava Jato, mas pelas declarações contra Lula. "Pensava ser normal que o partido procurasse saber as razões que levaram a tal condenação e minhas eventuais alegações. Mas nada recebi sobre isso", escreveu o ex-ministro.Ele reafirma que todo o conteúdo do depoimento criticado pelo PT trata apenas da verdade dos fatos. O ex-ministro não entra em detalhes sobre o que sabe a respeito de ilegalidades, porque ainda negocia um acordo de delação com a Justiça. "De qualquer forma, quero adiantar sobre as informações prestadas em 06/09/2017 (compra do prédio para o Instituto Lula, doações da Odebrecht ao PT, ao Instituto Lula, reunião com Dilma e Gabrielli sobre as sondas e a campanha de 2010, entre outros) são fatos absolutamente verdadeiros", afirma.Ele diz acreditar que, em breve, "o próprio Lula irá confirmar tudo isso, como chegou a fazer com o 'mensalão', quando, numa importante entrevista concedida na França, esclareceu que as eleições do Brasil eram todas realizadas sob a égide do caixa dois, e que era assim com todos os partidos".Palocci diz que participou ativamente de todas as realizações do partido. "Sei dos erros e ilegalidades que cometi e assumi minhas responsabilidades. Mas não posso deixar de destacar o choque de ter visto Lula sucumbir ao pior da política, nos melhor dos momentos do seu governo", diz.
"Até quando vamos fingir acreditar na autoproclamação do 'homem mais honesto do país' enquanto os presentes, os sítios, os apartamentos e até o prédio do Instituto (!!!) são atribuídos à Dona Marisa? Afinal, somos um partido político sob a liderança de pessoas de carne e osso ou somos uma seita guiada por uma pretensa divindade?", questiona. 

Além das críticas a Lula, o ex-ministro também falou sobre as gestões petistas e atacou o modo com que o PT conduziu as decisões governamentais.
"Alguém já disse que quando a luta pelo poder se sobrepõe à luta pelas ideias, a corrupção prevalece. Nada importava, nem mesmo o erro de eleger e reeleger um mau governo, que redobrou as apostas erradas, destruindo, uma a uma, cada conquista social e cada um dos avanços econômicos tão custosamente alcançados, sobrando poucas boas lembranças e desnudando toda uma rede de sustentação corrupta e alheia aos interesses do cidadão", disse em referência a Dilma.
Palocci diz que o PT acabou deixando uma herança ruim ao país. "Nós, que nascemos diferentes, que fizemos diferente, que sonhamos diferente, acabamos por legar ao país algo tão igual ao pior dos costumes políticos", afirmou.
Por fim, ele relembra a atuação política desde a fundação do PT e dos mandatos que recebeu. "Coordenei várias campanhas eleitorais, em vários níveis e pude acompanhar de perto a evolução de nosso poder e nossa deterioração moral. Assumo toda as minhas responsabilidades quanto a isso, mas lamento dizer que, nos acertos e nos erros, nos trabalhos honrados nos piores atos de ilicitudes nunca estive sozinho", diz.

Leniência partidária

Apesar das críticas, Palocci também fez sugestões ao PT. Ele diz acreditar que o melhor caminho para o partido é reconhecer os erros e buscar um acordo com as autoridades. "Há pouco mais de um ano, tive a oportunidade de expressar essa opinião de uma maneira informal a Lula e Rui Falcão, então presidente do PT, que naquela oportunidade transmitia uma proposta apresentada por João Vaccari, para que o PT buscasse um processo de leniência na Lava Jato", diz.
Ele diz que ainda acredita na proposta do PT, mas defende que o partido deva se rejuvenescer. "Depurar e rejuvenescer o partido será tarefa para nossos novos e jovens líderes. Minha geração talvez tenha errado mais do que acertado. Ela está esgotada. E é nossa obrigação abrir espaço a novas lideranças, reconhecendo nossas graves falhas e enfrentando a verdade. Sem isso, não haverá renovação", afirma.
O que Lula disse a respeito?Quando Lula foi ouvido por Sérgio Moro, no dia 13 deste mês, ele afirmou que Palocci é mentiroso e inventou a história do “pacto de sangue” para agradar os responsáveis da Lava Jato com os benefícios de uma possível delação, ainda em análise. Para a defesa do ex-ministro, Lula é "dissimulado" e mudou de opinião após Palocci ter decidido "falar a verdade".
Em nota ao Jornal Nacional nesta terça-feira, o ex-presidente declarou que Palocci inventa acusações sem provas para obter um acordo de delação premiada. A defesa do ex-presidente afirmou, ainda, que o depoimento prestado por Palocci à Justiça, no começo de setembro, é repleto de contradições com relação ao depoimento que o ex-ministro já tinha prestado em maio deste ano e que a carta divulgada nesta terça-feira segue na mesma direção.

O que diz o PT?

Em nota, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou que Palocci mente. Para ela, o ex-ministro já está fora do partido "política e moralmente". "A forma desrespeitosa e caluniosa como se refere ao ex-presidente Lula demonstra sua fraqueza de caráter e o desespero de agradar seus inquisidores", afirma. Veja a íntegra da nota.
Leia abaixo a íntegra da carta de Palocci à presidente do PT

FONTE -  G 1